Home
........................................
Notícias
........................................
Notícias

Ensino Técnico

Presidente sanciona lei que reorganiza o ensino técnico

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou ontem lei que reorganiza o ensino técnico federal, unindo escolas de nível médio e superior em 38 institutos.Metade das vagas será destinada ao ensino médio, que irá mesclar a formação tradicional com a tecnológica. Outros 20% serão reservados a licenciaturas.

A idéia é que as escolas técnicas formem professores de matemática, física, química e biologia, as áreas mais carentes em docentes no país. Esses cursos, segundo o ministro Fernando Haddad (Educação), terão duração equivalente à de uma licenciatura regular (2.800 horas).

A reorganização do ensino técnico ocorre paralelamente à sua expansão. Em 2009, serão inauguradas cem escolas de educação profissional.

Diferentemente da gestão FHC (1995-2002), que optou por parcerias com entidades privadas para a oferta de ensino técnico, o governo petista promoveu uma expansão da sua própria rede. Com isso, a quantidade de escolas passará de 140 para 354.

Os dados foram citados por Haddad que, após mencionar iniciativas como a expansão do programa de livro didático, exaltou sua gestão, ao dizer que "o ensino médio no Brasil não está sendo recuperado, está nascendo".

Lula, que avaliou 2008 como um bom ano para a educação, disse que o Brasil, ao longo de sua história, trabalhou "para retardar o avanço" da área. E anunciou que irá chamar prefeitos para uma reunião em 10 de fevereiro para cobrar parcerias.

Lula exaltou o Prouni, afirmando que o programa serviu para mostrar que "esses pobres que foram esculhambados no começo passaram a ser reconhecido como os melhores em várias áreas".

Cadastre-se em nosso newsletter

Caso não tenha o Acrobat Reader,
clique aqui
.